Buscar
  • Ana Moraes

Como escolher minha assessoria e não cair numa cilada?

Durante esses anos de experiência na Itália, pudemos constatar inúmeros casos de pessoas perdidas tentando realizar suas práticas de cidadania presencial, sozinhas por opção ou pior ainda, porque caíram em uma cilada e se encontram desesperadas do outro lado do mundo... Já resgatamos muitos e orientamos outros, por isso, sabemos da importância desse post para que você não seja mais um.

É normal passar por problemas ou imprevistos durante o reconhecimento presencial, afinal estamos lidando com órgãos e funcionários públicos. Porém existe uma série de fatores que podem lhe ajudar a evitar isso. É importante deixar claro que a escolha do profissional para lhe auxiliar no reconhecimento administrativo é opcional. Porém, nada como estar em outro país ao lado de alguém especializado, fluente na língua, com conhecimento na área e que sabe exatamente como lhe encaminhar, economizar seu tempo, dinheiro e gerir adversidades.

Segundo o Fábio Barbiero, um dos meus professores no mundo da cidadania, existem três tipos de profissionais em todas as áreas:

  • 1) Os profissionais que trabalham corretamente, pagam seus impostos e contribuem para o crescimento da comunidade e do país onde vivem;

  • 2) Os incompetentes, que por algum motivo descobriram uma torneira que pinga e deixam seus baldes embaixo, recolhendo o máximo possível de água;

  • 3) Os picaretas, que não se importam com as pessoas, com a sociedade e o país onde vivem, sem escrúpulos ou caráter.

Sabemos que ninguém quer cair numa enrascada e nosso objetivo é vermos sua cidadania realizada com sucesso, seu caminho aberto e sua vida mais feliz. Pensando nisso, montamos um passo à passo para lhe auxiliar na escolha do profissional que te seguirá e poderá fazer toda a diferença na realização do seu sonho:


Para começar, o que faz um consultor?

O profissional de cidadania italiana é uma pessoa que coloca à disposição do seu cliente a experiência adquirida para a obtenção do reconhecimento da cidadania italiana. Ele é responsável por preparar e deixar tudo pronto para receber o cliente, adiantando todo o possível nos órgãos onde o cliente terá que passar e o encaminhando nas devidas rotinas burocráticas desse período. Fazem parte disso: Comune, formulários, documentos, contratos, declarações, imóvel, residência, responder todas as suas dúvidas, enfim… Um bom consultor deixará tudo pronto para a chegada de seu cliente.

Quais critérios devo considerar?

1) Confiança e transparência Para nossa empresa, confiança e transparência fazem parte dos principais critérios. Mas como confiar em alguém do outro lado do mundo ? Hoje com a internet fica muito mais fácil: BUSQUE 1.1 Referências Todo profissional experiente pode contar com uma vasta lista de pessoas que usufruíram dos seus serviços. Leia depoimentos de clientes realizados, se ainda tiver dúvida, solicite ao profissional contatos de pessoas que já usufruíram dos seus serviços e aumente seu grau de confiança.

1.2 Desconfie de supostos milagres e facilidades A prática de reconhecimento é feita diretamente nos órgãos públicos, e isso significa que não existe fórmula mágica. Descarte de cara, profissionais que dão garantia de tempo: em um processo burocrático, realizado por funcionários e órgãos públicos, é impossível prever o tempo de duração dele! E por uma questão de ética e profissionalismo, seu consultor deve deixar claro, que o cliente deve ter a disponibilidade presencial de tempo que a legislação prevê.

1.3 Busque exemplos comprovados Se o profissional não tem informações de processos anteriores, significa que eles não existem… Ou você está entrando numa cilada, ou vai ser usado de "cobaia" e assumir todos os riscos que isso comporta.

1.4 Solicite informações sobre sua empresa e registros fiscais. A grande maioria dos assessores / consultores aqui na Itália não tem empresa aberta e sequer pagam impostos ou taxas. Alerta! Existe um registro que se chama Partita IVA (é o CNPJ Italiano), veja se o seu assessor ou empresa escolhida possui. Qualquer profissional honesto deve ter sua empresa aberta, recolhendo as respectivas taxas e impostos na Itália.

E não esqueça: qualquer atividade realizada em solo italiano deve respeitar as regras italianas, não brasileiras. Assim, qualquer documento, contrato ou fatura que não esteja na língua italiana é ineficiente para as autoridades daqui.

1.5 Assessor ‘part-time' Ainda neste exemplo cabe a pergunta: você contrataria um médico que fizesse da medicina um bico aos finais de semana? Pode parecer brincadeira, mas existem pessoas que prestam assessoria ‘part-time', fazendo disso um trabalho ocasional ou apenas nos finais de semana. REQUISITOS QUE UM BOM CONSULTOR DEVE APRESENTAR: a) Know how O profissional escolhido deve ser especialista na matéria em que presta serviço. Isso significa saber tudo sobre seu trabalho e tudo aquilo que seja necessário para o desenvolvimento do mesmo. b) Disponibilidade de imóveis O profissional deve possuir imóveis, com contrato registrado na Agenzia dell'Entrate. Isso é fundamental para que ele possa hospedar seus clientes com tranquilidade, e o registro do contrato é obrigatório.

c) Apoio dos Comunes onde trabalha Um bom profissional que trabalha diariamente nos órgãos públicos deve ter o respaldo desses órgãos. O oficial do Comune é um parceiro, não um inimigo. Quando o profissional trabalha corretamente, é visto pelo comune como um ‘facilitador',pois ele ajuda o comune na análise da documentação, contribui com o comune atualizando-os com as leis e circulares mais recentes, entrega tudo da maneira mais organizada para facilitar o desenvolvimento da prática.

d) Falar a língua italiana. A fluência na língua é uma das coisas mais importantes. E incrivelmente existem muitos "consultores" que sequer falam a língua.

e) Ser cidadão italiano, de preferência jure sanguinis. Apenas ser cidadão italiano não é garantia de idoneidade. Mas se fosse reconhecimento da cidadania brasileira no Brasil, você entregaria seu processo nas mãos de um cidadão estrangeiro que não fala a língua?

MUITA ATENÇÃO COM GRUPOS E REDES SOCIAIS

Da mesma forma que falar a mesma língua não é sinal de honestidade, achar que inúmeras pessoas concentradas em um mesmo canal ou grupo estão ali apenas para ajudar, também é MUITO perigoso. Estão ali pessoas genuinamente dispostas a ajudar outras pessoas e também estão escondidos ali os piores profissionais, que por não ter nenhuma das características acima, precisam “garimpar” ingênuos deslumbrados com falsas promessas. MAS SEM AS REDES SOCIAIS, COMO OS BONS PROFISSIONAIS FAZEM? Existem vários excelentes profissionais aqui na Itália e pasmem: nenhum deles busca clientes em redes sociais! Temos tanto trabalho, tantos clientes e pedidos de consultoria, que sequer pensamos em utilizar redes para buscar clientes. Consolidados no mercado há algum tempo, a maior parte dos clientes chegam através de indicação de outros clientes satisfeitos.


Esperamos com esse post, ver mais pessoas concluírem felizes e satisfeitas seu processo de reconhecimento da cidadania e não caírem em ciladas! E que cada vez mais os mal-intencionados sejam disseminados do mercado.





3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Entre em contato!

Contato

Horário 

Dias de Semana

9:00 am - 6:00 pm

"O seu sonho é a nossa missão. Te convido a nos permitir te ajudar a pensar, planejar e realizar o seu sonho, criando mais oportunidades para  seu futuro. Entre em contato ainda hoje. Estamos aqui para você." 

Entre em Contato

© 2019 by La Famiglia Italiana